Ginecomastia

A cirurgia de ginecomastia é um procedimento de correção mamária cada vez mais procurado pelos homens. Ela tem como objetivo reduzir o volume das mamas.

Cirurgia de Redução de Mama Masculina

A ginecomastia causa constrangimento em muitos pacientes do sexo masculino. Alguns homens, por vezes, têm problemas associados à autoestima, devido ao crescimento mamário. Pacientes com essa condição, geralmente, evitam ficar sem camisa, não realizam determinadas atividades físicas e não usam roupas justas no tórax. A boa notícia é que, com o avanço da tecnologia e das técnicas cirúrgicas, essa anomalia pode ser devidamente tratada com a cirurgia plástica.

Também conhecida como cirurgia de redução de mama masculina, esse procedimento cirúrgico remove o excesso de gordura e tecido glandular para restaurar um contorno mais plano, firme e masculino do tórax. Diariamente, muitos dos nossos pacientes dizem que gostariam de ter procurado ajuda médica antes.

Se você quer saber mais sobre a cirurgia de ginecomastia, clique aqui e agende uma consulta com Dr. Etienne.

O que é ginecomastia?

A ginecomastia é uma condição de seios superdesenvolvidos ou aumentados em homens pode ocorrer em qualquer idade. É caracterizada por:

  • excesso de gordura localizada;
  • excesso de tecido glandular;
  • associação de gordura e glândula;
  • às vezes, excesso de pele do seio;
  • presença unilateral (uma mama) ou bilateralmente (ambas as mamas).

O que causa a ginecomastia?

A ginecomastia é frequentemente causada por alterações nos níveis do hormônio feminino (estrogênio) e do hormônio masculino (testosterona). Geralmente, é uma condição benigna, não cancerosa. No entanto, a ginecomastia pode estar relacionada a causas diferentes de alterações hormonais. Em muitos casos, a causa não é conhecida.

A ginecomastia pode ser um efeito colateral de alguns medicamentos, como antidepressivos, antibióticos, processo de quimioterapia, uso de medicamentos para o câncer de próstata, para úlcera ou medicamentos cardiovasculares. Drogas ilegais, como esteroides anabolizantes e maconha também podem causar ginecomastia.

Algumas doenças e condições médicas também podem causar ginecomastia. São elas:

  • doenças hepáticas;
  • doença renal;
  • câncer de pulmão;
  • câncer de testículo;
  • tumores das glândulas supra renais ou da glândula pituitária;
  • doenças congênitas;
  • distúrbios da tireoide;
  • lesão ou trauma.

Na consulta inicial, Dr. Etienne, solicitará exames médicos, para definir se a cirurgia é o tratamento adequado para tratar a sua ginecomastia.

Como é realizada a cirurgia de ginecomastia?

O objetivo da cirurgia de ginecomastia é restaurar o contorno normal das mamas masculinas e corrigir deformidades da mama, do mamilo ou da aréola. As opções cirúrgicas são lipoaspiração, excisão (remoção cirúrgica de tecido) ou uma combinação de ambas as abordagens. O tecido glandular da mama é mais denso que o tecido adiposo e não é adequado para lipoaspiração.

A escolha da técnica cirúrgica depende da probabilidade da capacidade da pele retrair-se após a cirurgia. O encolhimento da pele é maior em pacientes mais jovens do que em pacientes mais velhos. A abordagem mais comum é a incisão periareolar, ou incisão de Webster, que se estende ao longo da circunferência da metade inferior da aréola na porção pigmentada. O comprimento da incisão será baseado na sua anatomia. Pode ser necessária a ressecção da pele e movimentação do mamilo (transposição do mamilo), na ginecomastia grave.

Os procedimentos cirúrgicos de ginecomastia minimamente invasivos têm ganhado popularidade. Na técnica “pull-through”, uma incisão muito pequena (aproximadamente 5 mm) é feita na borda areolar. Após a lipoaspiração, o tecido glandular da aréola é puxado pela incisão. A principal vantagem desse procedimento é a incisão menor. No entanto, esta técnica não é recomendável para todos os pacientes.

A lipoaspiração ultrassônica melhorou os resultados da correção da ginecomastia. Na redução de mama assistida por lipoaspiração, há menos comprometimento do suprimento de sangue, distorção do mamilo e descamação da aréola. Além disso, as complicações pós-operatórias são menores com essa técnica do que com a ressecção cirúrgica aberta. Entretanto, a redução de mama assistida por lipoaspiração não é eficaz para corrigir a ginecomastia glandular. Os componentes gordurosos e glandulares de sua mama devem ser avaliados antes da cirurgia. Poucos pacientes podem ter resultados satisfatórios somente com a lipoaspiração.

Quando a cirurgia de ginecomastia é recomendada?

A cirurgia de ginecomastia é recomendada para homens com boa saúde e que se apresentam as características abaixo:

  • insatisfação com o tamanho ou com a aparência de seus seios;
  • desconforto estético e emocional por causa dos seios;
  • possuem boa elasticidade da pele. a cirurgia de ginecomastia bem-sucedida envolve a contração adequada da pele, após a remoção cirúrgica do excesso de pele;
  • realização de tentativa anterior com dieta e exercícios para reduzir o tamanho dos seios;
  • não estão significativamente acima do peso e embora a cirurgia ajude esses pacientes, os resultados não serão tão bons;
  • não usam esteroides ou bebem bebidas alcoólicas em excesso, pois teoriza-se que essas substâncias podem causar ginecomastia.

Se você está com boa saúde geral e possui expectativas realistas, provavelmente é um bom candidato para este procedimento.

Pré-operatório da cirurgia de ginecomastia

Dr. Etienne fornecer-lhe-á as instruções pré-operatórias completas; responderá a quaisquer perguntas que você possa ter; analisará seu histórico médico detalhadamente e solicitará exames complementares, para determinar sua aptidão para a cirurgia.

Antes de sua cirurgia, será necessário que você:

  • evite tomar sol por duas semanas antes da cirurgia; bronzear a pele do peito pode aumentar potencialmente o risco de cicatrizes permanentes;
  • pare de fumar e de usar nicotina, pelo menos, quatro semanas antes da cirurgia, pois a nicotina pode prejudicar e atrasar a recuperação. Essa providência inclui qualquer adesivo de nicotina ou produto que contenha nicotina;
  • duas semanas antes da cirurgia, interrompa o uso de todos os produtos que contenham aspirina, medicamentos que contenham anticoagulantes (ibuprofeno, ácido acetilsalicílico e etc.), vitamina E e de suplementos de ervas;
  • cuide bem da sua hidratação, pois ela é muito importante antes e após a cirurgia para uma recuperação segura, independentemente do tipo de cirurgia a ser realizada;
  • programe sua ausência no trabalho por no mínimo uma semana; caso as suas atividades laborais permitam, pode ser necessário que você se ausente por mais dias;
  • certifique-se de que um adulto responsável esteja disponível para acompanhá-lo no hospital no dia da cirurgia e que alguém esteja disponível para ficar com você durante os primeiros dias após o procedimento;
  • reserve algumas camisas confortáveis para usar durante as primeiras quatro semanas após a cirurgia;
  • cuide de todas as suas tarefas antes da cirurgia, para que você possa ficar em repouso durante a recuperação; você não pode levantar peso por várias semanas após a cirurgia;
  • se você costuma remover os pelos do peito, evite fazer isso duas semanas antes e seis semanas após a cirurgia;
  • coloque produtos de higiene pessoal, alimentos e lanches de fácil preparação em áreas onde não seja necessário que você se levante, para alcançá-las.

Pós-operatório da cirurgia de ginecomastia

O tempo de recuperação, após a cirurgia de ginecomastia depende da gravidade da sua condição e do procedimento realizado em você. Um paciente tratado com lipoaspiração e excisão do tecido da glândula mamária, geralmente, pode estar apto retornar ao trabalho, após uma semana da realização da cirurgia.

É de suma importância que você siga todas as instruções repassadas pelo Dr. Etienne e por sua equipe. Essa providência incluirá informações sobre como usar roupas de compressão, cuidados com os drenos, medicamentos prescritos e as atividades que serão permitidas.

O Dr. Etienne também fornecerá instruções detalhadas sobre os sintomas normais do pós-operatório e quaisquer sinais potenciais de complicações. É importante perceber que o tempo necessário para a recuperação varia muito entre os indivíduos. Fique atento às informações abaixo, para uma boa recuperação:

  • sua primeira consulta de acompanhamento será realizada provavelmente, no período de cinco a sete dias após a cirurgia. No momento da consulta, suas suturas serão removidas, assim como seu dreno, se tiver sido colocado. O uso do curativo compressivo é necessário por oito semanas;
  • geralmente, você pode retomar as atividades de baixo impacto de duas a três semanas; você pode começar exercícios suaves de resistência progressiva para os membros superiores em três a seis semanas. Evite atividades extenuantes nas primeiras duas a três semanas, para garantir uma boa recuperação;
  • a tolerância à dor varia de pessoa para pessoa. Para muitos, a dor será leve a moderada;
  • evite a exposição ao sol direto ou bronzeamento por cerca de doze semanas, até que os hematomas e a maior parte do inchaço diminuam;
  • os raios solares prolongam o inchaço e podem causar descoloração permanente. A exposição ao sol nos estágios iniciais pode fazer que as cicatrizes tornam-se mais visíveis posteriormente;
  • inchaço e hematomas são normais após a cirurgia. Os hematomas podem aparecer em vários graus, variando de tamanho. Podem ser limitados à área da mama ou expandirem para o tórax e abdômen. A descoloração geralmente desaparece em duas a três semanas;
  • como na maioria das cirurgias, você pode notar uma diminuição na sensibilidade na área ao redor da cirurgia. Essa manifestação do corpo, geralmente, é mais comum em pacientes com seios masculinos aumentados, que requerem lipoaspiração significativa. A maioria dos homens considera a perda temporária de sensibilidade insignificante. A sensação volta depois de um ano para a maioria;
  • em alguns pacientes com elasticidade diminuída, mais comumente pacientes mais velhos, pode haver excesso de pele ou rugas na pele que são mais visíveis no pós-operatório. A maioria dessas rugas persiste por seis a doze meses e, em seguida, diminui significativamente e a pele solta geralmente fica rígida;
  • após a cirurgia de redução da mama masculina, ocorre um fenômeno de encolhimento espontâneo de toda a aréola. O diâmetro da aréola diminuirá de dez a cinquenta por cento do tamanho original. O fenômeno, geralmente, ocorre quando uma quantidade significativa de tecido glandular é removida;
  • seja paciente; podem ser necessários três meses ou mais antes que o inchaço diminua e você possa ver os resultados finais. Qualquer desconforto durante o processo de recuperação, pode ser controlado com medicamentos prescritos pelo Dr. Etienne. Você receberá um plano de cuidados posteriores com instruções detalhadas, adaptadas às suas necessidades pessoais antes da cirurgia.

O Dr. Etienne agendará algumas consultas pós-operatórias com você, para acompanhar a evolução da sua recuperação.

Quais são os sintomas da ginecomastia?

A ginecomastia pode ser unilateral ou bilateral, ou seja, presente em uma ou em ambas as mamas. Geralmente, começa como um caroço ou tecido adiposo abaixo do mamilo, que pode provocar dor e sensibilidade. Os sintomas da ginecomastia podem ser semelhantes aos de outras condições ou outros problemas médicos. Sempre consulte um médico, para obter um diagnóstico.

Quanto tempo os resultados durarão?

Os resultados da cirurgia de ginecomastia são permanentes, considerando que seu peso mantenha-se estável. Se a sua condição resultou do uso de medicamentos ou esteroides anabolizantes, o uso posterior à cirurgia, neste caso, pode levar à recorrência.

Com que idade um paciente pode ser submetido a uma cirurgia de ginecomastia?

Recomendamos que a cirurgia seja realizada, após os 18 anos. A cirurgia não é indicada para menores de idade, porque as alterações hormonais que ocorrem na adolescência podem se resolver naturalmente com o passar dos anos.

Que tipo de resultados posso esperar após a cirurgia de ginecomastia?

Você deve primeiro discutir todas as queixas relacionadas com a sua mama com Dr. Etienne antes da cirurgia, para saber quais os resultados você pode esperar dela. Após uma análise completa das suas necessidades, Dr. Etienne traçará uma perspectiva realista dos resultados que podem ser atingidos. No entanto, é importante ressaltar que os cuidados pós-operatórios são de suma importância para a satisfação com o resultado da cirurgia.

Terei dor após a cirurgia de ginecomastia?

Os pacientes geralmente sentem pouca ou nenhuma dor.

Que tipo de anestesia é administrada durante a cirurgia de ginecomastia?

O tipo de anestesia é determinado, considerando-se a condição médica do paciente e sua tolerância à anestesia. A anestesia local ou geral pode ser aplicada.

Quando posso tomar banho após a operação?

Você pode tomar banho imediatamente, no dia seguinte ao da cirurgia.

Quando posso fazer atividades físicas?

Recomenda-se que você retome as atividades físicas em pelo menos 8 semanas após a cirurgia. Se começar mais cedo, você pode sentir dor e apresentar edema.

Orientações Pós-Operatórias

Para mais informações sobre este tipo de cirurgia entre em contato conosco para maiores esclarecimentos.


Artigos relacionados


Open chat